Carreira

Currículo e portfólio digital: veja 4 diferenças

O profissional que deseja construir uma boa carreira precisa estar atento sobre as novas tendências do seu mercado de atuação e se esforçar para realizar o seu trabalho da melhor maneira possível.

Entretanto, o trabalho realizado nem sempre é reconhecido pelas empresas em que se trabalha, ou ainda, o profissional pode encontrar dificuldades para conseguir a conquista de um novo emprego. Geralmente, o problema não tem origem na falta de qualificação do candidato, mas na forma que ele se apresenta a estas empresas.

Em nosso artigo, falaremos sobre as 4 principais diferenças entre o currículo e o portfólio digital. Veja a seguir:

Diferença nº 1: o currículo nem sempre define as competências do profissional

O Currículo é o modelo mais tradicional de apresentação de habilidades e competências para concorrer a uma vaga de emprego. Nele, o candidato poderá inserir por escrito suas informações pessoais para contato, escolaridade, cursos realizados e seus objetivos profissionais.

Por ser uma apresentação em que predomina a descrição textual das habilidades da pessoa que está concorrendo à vaga, o responsável pelo processo seletivo pode sentir a necessidade de colocar à prova as competências do profissional por meio de um teste prático ou de uma entrevista, por exemplo.

Diferença nº 2: o portfólio apresenta como o profissional realiza o trabalho na prática

O portfólio digital, por outro lado, é um meio mais moderno de apresentar suas qualificações profissionais. Por meio do seu portfólio, você pode reunir os trabalhos já realizados para outras empresas e demonstrar os resultados do seu conhecimento na prática.

Os portfólios são ideais para quem trabalha com comunicação visual, como fotógrafos, designers e publicitários, mas também podem ser utilizados por profissionais de diversos outros segmentos, como escritores, músicos, arquitetos ou decoradores.

Diferença nº 3: no portfólio não é possível fingir talentos

Enquanto no currículo o profissional pode descrever qualidades que não possui, no portfólio o profissional não conseguirá esconder a real qualidade do seu serviço.

Por isso, ao criar o portfólio, é importante selecionar os melhores trabalhos realizados. Mesmo que sejam poucos em quantidade, sempre faça a opção de escolher apenas os que realmente valem a pena ser apresentados, dando ênfase aos trabalhos de qualidade.

Quem não tem experiência no mercado pode realizar trabalhos gratuitos com o objetivo de criar um portfólio, oferecendo serviços para empresas ou organizações não governamentais.

Diferença nº 4: os canais de divulgação do trabalho

Os canais de divulgação para empresas por meio de portfólio e currículo podem ser distintos. Para divulgar o seu currículo, busque sites de empregos, como o vagas.com.

Se a ideia é divulgar um portfólio digital, dê preferência a sites específicos para divulgação de portfólios, como o Behance, o My portfolio e o Dribbble, pois eles oferecem todos os recursos necessários para este tipo de apresentação.

Gostou de nossa matéria sobre currículo e portfólio digital? Siga a página do WeeGet Academy no Facebook e no LinkedIn para ficar por dentro das principais novidades sobre formação profissional. Você também pode ter acesso a mais conteúdos relevantes em nosso perfil do Instagram e se inscrever em nosso canal no YouTube.

Você também pode gostar
Qual a importância dos cursos de especialização para a carreira?
Descubra a importância do Marketing Pessoal na carreira
Perca o medo de falar em público.
Perca o medo de falar em público com nossas 5 Dicas!

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This
Bitnami