Educação

Como utilizar as redes sociais no processo de aprendizagem?

O Facebook já ultrapassou a marca dos 102 milhões de usuários ativos no Brasil. Quem também não para de crescer por aqui é o Instagram, em uma demonstração da forte tendência de adesão do brasileiro às redes sociais.

Nesse contexto, empresas de todos os segmentos percebem que precisam estar presentes nesses espaços, pois seus consumidores também estão ali.

No segmento educacional não é diferente! Por isso, no post de hoje, vamos falar sobre como utilizar as redes sociais no processo de aprendizagem e, assim, dar continuidade aos seus estudos de maneira eficiente e dinâmica. Continue a leitura!

O processo de aprendizagem atual

O mundo mudou muito nas últimas décadas, e essas transformações acontecem cada vez mais rápido. Mas a verdade é que o processo de aprendizagem parece não ter mudado tanto assim.

Em muitos ambientes escolares, percebe-se aquele modelo arcaico e tradicional de ensino que vem sendo praticado há décadas — ou até mesmo séculos. Então, como prender a atenção de uma geração que cresceu em contato com a televisão, com smartphones, tablets e a internet?

A melhor alternativa é falar a linguagem deles. É nesse cenário que surge o estudo online e a utilização das redes sociais com o objetivo de ensinar.

Por isso, atualmente, os melhores educadores e profissionais de diversos segmentos publicam conteúdos relevantes na internet, e os próprios usuários das redes sociais criam grupos e páginas para disseminar conhecimentos.

Como utilizar as redes sociais no processo de aprendizagem

Quer fazer proveito da internet como ferramenta para aprender mais? Além de permitir que você se destaque em sua área de atuação, estudar também traz satisfação e desenvolvimento pessoal. Então, conheça nossas dicas para conquistar isso nas redes:

Utilize o YouTube para complementar conteúdos

Ao estudar por meio de livros, artigos e publicações específicas, uma excelente maneira de aproximar esses conteúdos do seu cotidiano é utilizar o YouTube.

Na maior rede social dedicada a vídeos do mundo, você vai encontrar reportagens sobre os mais diversos assuntos, vídeos de palestras e até mesmo YouTubers dedicados a ensinar coisas interessantes a seu público.

O principal diferencial do YouTube é a linguagem dinâmica, informal, direta e próxima da sua própria realidade. Além disso, há o estímulo visual, os efeitos de montagem e os recursos gráficos que vão capturar sua atenção.

Crie e participe de grupos no Facebook

O Facebook possui inúmeras soluções para estimular a interação entre os usuários, como os grupos sobre os mais diversos temas. Portanto, procure grupos dedicados àquilo que você está estudando. Os grupos mais antigos e com mais membros tendem a ter mais interação e, muitas vezes, reúnem discussões muito produtivas.

Não encontrou aquilo que procurava? Crie você mesmo um grupo no Facebook! Ali, você pode compartilhar links interessantes que complementam o processo. Procure usar o espaço para fomentar discussões sobre os assuntos estudados, além de reunir notícias interessantes relacionadas ao tema do grupo.

Crie uma página para dividir seus conhecimentos

As páginas nas redes sociais — seja no Facebook, no Instagram ou no Twitter, por exemplo — oferecem uma excelente oportunidade de você dividir tudo o que aprende e descobre em seus estudos. Isso estimula você a dar continuidade ao processo, mantendo a motivação e procurando sempre coisas novas para dividir na sua página.

Além disso, a missão de explicar você mesmo e/ou de procurar conteúdos que ilustrem os conteúdos é uma ótima maneira de você entender e absorver melhor o que estudou.

Para estimular a discussão, quando conquistar um número bacana de seguidores, estabeleça momentos semanais para criar um tópico exclusivo para tirar dúvidas ou compartilhar links relacionados, por exemplo.

Viu só? Na hora de estudar e de se desenvolver como pessoa e como profissional, a internet é sua aliada! Agora que você já sabe como utilizar as redes sociais no processo de aprendizagem, seus estudos vão ser muito mais dinâmicos e compensadores.

Já conhece algumas páginas interessantes para seguir e aprender cada vez mais? Quais são seus YouTubers educativos favoritos? Tem outras dúvidas sobre estudar nas redes sociais? Deixe seu comentário e participe da conversa!

Você também pode gostar
Entenda a importância do plano de desenvolvimento institucional
5 diferenças entre os principais tipos de cursos
Como engajar os alunos para o ENADE?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This
Bitnami